Estratégia Comercial

No âmbito da sua área de negócios, a Real Life Technologies tem vindo a desenvolver cada vez mais a sua Estratégia Comercial, que assenta essencialmente em quatro vectores:

Focus;
Segmentação de Mercado;
Modelo de Criação de Valor;
Equipa Técnica.

Image

focus

O nosso principal focus consiste num constante acompanhamento das principais contas dos mercados de Operadores, Financeiro e Utilities. Para esse efeito, temos toda a confiança na nossa Equipa Comercial, devidamente estruturada e muito objetiva, que tem vindo cada vez mais a destacar-se no mercado pela agressividade comercial que imprimiu nos segmentos de mercado alvo.

Os acordos estabelecidos para endereçar de forma indireta o mercado das PME’s, têm permitido uma presença significativa neste segmento, não sendo expectável que o venhamos endereçar diretamente de uma forma estruturada no curto prazo.

 

Segmentação de Mercado

Somos reconhecidos no mercado como um integrador especialmente vocacionado para a prestação de serviços em infraestruturas de operador. Este estatuto é o resultado da estratégia seguida nos últimos oito anos, sempre numa ótica de otimização e rentabilização dos investimentos realizados em recursos humanos e infraestruturas.

Não obstante, no mercado Entreprise também nos temos distinguido pelos bons resultados obtidos.

 
Modelo de Criação de Valor

Desde a sua fundação, a Real Life Tecnhologies sempre primou por apresentar-se ao mercado
com um modelo de criação de valor verdadeiramente inovador pela sua coerência e abrangência.
Com efeito, toda a empresa está vocacionada para endereçar as necessidades do Cliente.
Flexibilidade, controlo, redução de custos são alguns dos principais valores que aportamos aos
nossos clientes.

 
Equipa Técnica

A consistência da nossa oferta de serviços e soluções assenta em muito num envolvimento mais acentuado do que o comum das áreas técnicas na elaboração das soluções.

Consideramos que um dos fatores diferenciadores e dominantes das nossas propostas é a incorporação da experiência e do “know-how” de recursos com elevada formação e especialização técnica.